Home / Destaque home / Unidades básicas de saúde passam por reestruturação

Unidades básicas de saúde passam por reestruturação

A partir de segunda-feira, dia 18 de janeiro, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Taubaté passarão por uma reestruturação. Será priorizado o atendimento de acordo com a urgência do caso, assim como ocorreu no início da pandemia em 2020. A iniciativa visa evitar aglomerações, agora com o aumento crescente nos casos de Covid.

Gestantes, crianças de 0 a 2 anos, pacientes hipertensos e diabéticos, ou seja, portadores de doenças crônicas, que necessitam de atualização de receitas, resultados de exames com alterações; todos esses casos continuarão a ser atendidos. Além do atendimento aos sintomáticos respiratórios leves.

As Unidades Básicas de Saúde não serão fechadas, ao contrário, o acolhimento será ampliado. A população não ficará desassistida. O que se pede é que busque atendimento, nesse momento, em caso de real necessidade. Pamos, UBS Mais e Policlínica estão reagendando consultas, mediante ao entendimento da urgência do usuário.

Serão priorizados os grupos que não podem ficar sem acompanhamento evitando novas internações nos hospitais municipais que, nesse momento estão investindo esforços nos atendimentos relacionados à Covid-19.

A Secretaria de Saúde esclarece que a UPA Central é para atendimentos de pacientes graves, que apresentem esforço respiratório, falta de ar, febre alta, etc. Em casos mais leves, a orientação é procurar a unidade de referência, de acordo com seu endereço.

Veja também

Taubaté confirma mais três mortes e chega a 12.198 casos de coronavírus

*Informações Atualizadas em 16.01 às 18h17 Taubaté confirma nesta quinta-feira, dia 16 de janeiro, mais …